USINAGEM

A usinagem é que a conformação do material através do contato com outro material mais duro utilizado nas ferramentas de usinagem. Quase todo material pode ser usinado e por ser um processo simples é utilizado na confecção de peças para máquinas, estruturas metálicas e peças para diversas áreas.

A usinabilidade de um material normalmente é definida por quatro fatores: acabamento superficial e integridade da peça usinada, vida da ferramenta, força e potência necessárias e tipo de cavaco. Boa usinabilidade indica bom acabamento superficial e integridade, vila longa das ferramentas e baixa força e potência.

Aços de liga contêm baixos teores de cromo, cobalto, níquel, molibdênio, tungstênio, vanádio e outros elementos, isolados ou em combinação O que resulta em aços de usinabilidade mais difícil que os aços carbono comuns.

Os aços inoxidáveis apresentam baixa usinabilidade em relação aos aços de corte fácil. O ferro fundido apresenta grande variação. O cinzento e o nodular são de fácil usinagem, enquanto que o branco é de difícil usinagem.

O alumínio comercialmente puro apresenta baixa usinabilidade. As ligas mais resistentes com cobre tem usinabilidade razoável. As ligas de magnésio são largamente empregadas na indústria aeronáutica e praticamente todas elas apresentam excelente usinabilidade.

PRINCIPAIS
CARACTERÍSTICAS
Confere melhores tolerâncias dimensionais e acabamentos superficiais às peças fundidas ou forjadas.
Permite obtenção de pouca quantidade de peças a partir de blocos de material metálico.
Fabricação seriada a baixos custos.
Obtenção de detalhes, roscas internas e externas.

 


Feito por Linear|