CORTE A PLASMA

O corte por plasma foi desenvolvido nos anos 50 para cortar metais condutores, principalmente o aço inoxidável e o alumínio. Esse processo incorporou várias tecnologias e se mantém como um dos principais métodos de corte de metais. Os recentes desenvolvimentos agrupando tecnologias em sistemas de cortes manuais e mecanizados, proporcionaram um marco importante na história do corte plasma.

O processo consiste na utilização do calor liberado por uma coluna de plasma, resultante do aquecimento – por maio de um arco elétrico - de um gás, em alta vazão rotacional. Este plasma é transferido ao metal a ser cortado. A parte do metal se funde pelo calor do plasma e este metal é expulso com auxílio do gás em alta vazão. Os gases usualmente utilizados para corte plasma são ar, argônio, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio, assim como misturas destes.

FOTOS

VÍDEOS

PRINCIPAIS
VANTAGENS
Utilização desde cortes em chapas finas até grandes espessura
Ótima produtividade
Sem necessidades de pré-aquecimento
Pequena área afetada termicamente
Facilidade de operação
Boa relação de custo

NOSSA CAPACIDADE
Área de corte: 5.000 mm x 1.500 mm
Espessura:
Aço Carbono - até 38 mm (11/2")
Aço Inox / Alumínio - até 10 mm (3/8")
Materiais para corte: Aços carbono e inox e alumínio.

Feito por Linear|